Marcando a Próxima Geração

No capítulo 5 do livro de Josué, Deus dá uma ordem para Josué circuncidar todos os homens com idade inferior a 38 anos

“Porque quarenta anos andaram os filhos de Israel pelo deserto, até se acabar toda a gente dos homens de guerra que saíram do Egito, que não obedeceram à voz do SENHOR, aos quais o SENHOR tinha jurado que lhes não havia de deixar ver a terra que o SENHOR, sob juramento, prometeu dar a seus pais, terra que mana leite e mel.” Js 5.6.

Esta ordem tinha um motivo: todos os homens de guerra haviam morrido no deserto.

“Foi esta a razão por que Josué os circuncidou: todo o povo que tinha saído do Egito, os homens, todos os homens de guerra, eram já mortos no deserto, pelo caminho.” Js 5.4.

O que vemos aqui é uma geração (Josué) diante de uma geração de filhos (jovens), mas essa ainda incircuncisa. A palavra circuncisão aqui significa “tirar um pedaço”.

Em Js 5.2 “ Naquele tempo, disse o SENHOR a Josué: Faze facas de pederneira e passa, de novo, a circuncidar os filhos de Israel.” Entendo aqui que temos que preparar algo para realizar uma tarefa. Gosto da ideia de deixar um legado.

Josué estava preparando uma ferramenta para deixar um legado para a próxima geração que estava ali diante dele.

O que entendo como essa ferramenta é tudo o que fazemos, falamos e testemunhamos para a geração atual e nossos filhos. Não estou falando aqui quando geramos momentos como igreja. A vida é mais profunda do que eventos. Quando o texto fala sobre preparar, logo nós imaginamos uma grande conferencia, escolas, reuniões coletivas onde trazemos alguém de fora para falar. Não! Estou falando de uma vida diária, recebendo e transmitindo vida. Todo  momento é oportuno pra isso como na padaria, no seu trabalho, faculdade, reunião familiar de final de ano.

Eu só vou ser um grande homem de Deus para a Igreja, se eu for primeiro um exemplo de pai, marido e filho diante dos meus. Gosto de falar que amo minha esposa, elogiar o que ela esta fazendo perto das minhas filhas para “marcar” elas em reconhecer um exemplo de marido que elas irão ter. Que respeita a esposa e reconhece quem ela é. Isso é deixar um legado. Não posso ensinar sobre caráter de Deus, se antes eu não imprimir o meu caráter nelas.

Não vamos ter que esperar uma nova geração nascer, mas reconhecer a que já esta diante de nós, e trabalhar, “preparar” algo para marcá-los.

Em Js 5.4 o próprio Josué aplica a tarefa que lhe foi concedida, ele circuncida ali toda a nação de homens até 38 anos. “Tendo sido circuncidada toda a nação, ficaram no seu lugar no arraial, até que sararam.” Js 5.8. Creio que o Senhor nos dará acesso a muitas pessoas na nossa geração para poder marcá-las.

Depois que ele termina o período de circuncisão o Senhor lhe diz: Hoje removi de vós o opróbrio (vergonha) do Egito. O Senhor está esperando nossa geração se mover para retirar (sarar) a próxima.

Em uma linguagem de destino, a melhor forma de preparar uma geração é deixando uma marca, a nossa geração na deles.

Apesar que ainda estamos em muitas coisas crescendo, ainda sim devemos enquanto caminhamos marcar esta geração deixando para eles um legado.

A circuncisão serve para retirar um pedaço e essa cicatriz fica para sempre. Acredito que todos os dias aqueles homens lembravam daquele momento em que foram marcados.

Será que  estamos fazendo algo para marcar a nossa geração e a futura?

E se estamos fazendo, qual tem sido a importância dessa marca?

Pense e ore sobre isso!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s