Mulher Moderna

Todos os dias nós a vemos aqui, ali, estampadas na revistas, expostas em outdoors, está na TV, na internet, nas propagandas…

A mulher impecável, sempre perfeita, seu corpo, pele e cabelos parecem não sofrer com os danos da idade, seus dentes são branquíssimos, unhas sempre bem feitas, defeitos não existem e se por algum deslize eles vierem a surgir, um cirurgião fará o trabalho de um escultor. Podemos vê-las sempre com uma energia inesgotável, dedicando seu tempo malhando seus corpos esculturais. Elas tem suas carreiras brilhantes, conquistaram a igualdade e compartilham das mesmas responsabilidades dos homens, são realizadas e independentes economicamente, elas não limitam suas vidas a esfera do lar e família. Elas mantiveram sua individualidade e realização própria.

Seus filhos estão com suas cuidadoras, podem ser vistos  com seus eletrônicos de última geração tão empolgados que seus dedos ágeis se fundem com seus celulares, ali eles encontram refúgio.

Assim, ao final do dia, elas adormecem, lindas e perfeitas…realizadas com tudo que conquistaram.

Esta é a imagem da mulher moderna que nos persegue diariamente. Uma mulher sem limitações não é mesmo?

Mas e nós?  Nós as mulheres reais? A esposa, a mãe , a filha?

Todos os dias enfrentamos nossas batalhas, acordamos cedo para cuidar da família, muitas vezes sem tempo de  olharmos no espelho.

Preparamos o alimento, cuidamos das roupas, sapatos e da casa, reuniões escolares? Lá estamos nós, sempre participativas. Nossos cabelos? Quase sempre presos. Nossas unhas? Quase sempre descuidadas. Nossa carreira? Cuidar da família.

Eu observo, observo essas mulheres todos os dias, elas estão nas ruas, nos supermercados, nas escolas, lá estão elas, esta é a mulher real, a mulher deste século, a esposa cuidadosa e auxiliadora, a mãe zelosa por seus filhos, sempre buscando os preceitos do Senhor para o seu lar. Eu as admiro.

Sua beleza? Aquela que jamais irá desvanecer, está vestida sempre no traje incorruptível, seus vestidos são um espírito manso e tranquilo, é graciosa e leal ao marido. ( 1 Pedro 3:3).

Jamais a encontrará de mãos vazias e sempre as estende ao necessitado, não come o pão da preguiça, quando abre sua boca, fala com sabedoria e ensina com amor, seu esposo e filhos a elogiam, ela é honrada. (Provérbios 31)

Elas amam seus filhos, cuidam, protegem e ensinam. (1Timóteo 2:15, 5:14)

São sujeitas aos seus esposos, bondosas e boas donas de casa. ( Tito 2:3-5)

São mulheres que estão na sua casa, na sua igreja, você as enxerga?

Elas são admiráveis.

Quanto a mulher moderna, ela não existe, ela é obra da mídia e de uma sociedade decaída.  Mas, o que vejo são mulheres tentando alimentar esta “mulher moderna” em si, tentando suprir esta exigência, sucumbindo com a família em prol deste ideal, em prol de suas carreiras, suas realizações individuais e egoístas. Assim, os divórcios crescem porque as esposas não compreendem a sujeição (Efésios 5:22), os filhos crescem solitários porque não encontram o carinho e atenção que lhes faltam, a maternidade é vista como algo  retrógrado.

Mulheres insatisfeitas com si mesmas, buscando um ideal de beleza inexistente, estão doando tempo, vida e família para viver este sonho da “mulher moderna”, sonho  este que não satisfaz e que vai tragar o resto de vida que lhes resta.

Lutemos, lutemos para que a mulher que foi criada por Deus surja, renasça em nós, que a essência de quem nós somos e para que fomos criadas resplandeça sobre esta geração, que sejamos exemplo na fé, pureza e procedimento (1 Timóteo 4:12). Devemos reconstruir nossos lares, reconstruir o padrão familiar bíblico, não deixemos que esposas, mães, donas de casa sejam zombadas por este padrão feminista mundano imposto pelo mundo. Vivemos dias em que a família é alvo constante de ataques, devemos lutar contra a oposição da família e seu padrão bíblico.

Sejamos exemplo, coroa de nossos esposos e não sua vergonha. (Provérbios 12:4)

Lembrando sempre da palavra em Provérbios 31:3

“A beleza é enganadora, e a formosura é passageira, mas a mulher que teme ao Senhor será elogiada.“


P.S: Não estou aqui afirmando que a mulher que teme ao Senhor deve ser descuidada com a aparência e saúde, devemos somente priorizar o que deve ser priorizado. Sejamos femininas como o Senhor nos fez.

Segue uma poesia cristã sobre nós mulheres:

Mulheres, filhas do Altíssimo

Ah, mulheres!
Como vocês exaltam o Altíssimo
sendo mulheres – e não garotas.
Sendo mulheres, e não homens.

Ah, mulheres!
Como vocês glorificam a DEUS
sendo femininas – e não masculinas.
Sendo delicadas, e não brutas.

Ah, mulheres!
Como vocês magnificam o Senhor
sendo meigas – e não ríspidas.
Pequeninas, e não gigantes de gelo.

São vasos frágeis, valiosas.
Belos adornos, valorosas.
Preciosas, excedendo muitas jóias.
Pois assim são as filhas do Altíssimo.

Mulheres, filhas do Altíssimo:
o mais precioso serviço: mãe.
A mais valorosa coroa: esposa.
O maior privilégio: filha do Altíssimo.
O trabalho mais digno: cuidar dos seus.

Embelezam o dia,
dão sentido à poesia.
Fazem o verso, são o verso, vivem cada estrofe,
com as pernas cobertas, cintilando seu vestido.

Filhas do Altíssimo,
vocês têm amor, infindável valor.
Vocês são carne da carne,
ossos dos ossos.

Ah, filhas do Altíssimo!
Como vocês refletem o Criador
sendo discretas – e não vulgares.
Sendo puras – e não prostitutas.

A mãe fala à filha,
a filha torna-se auxiliadora;
a auxiliadora torna-se mãe;
a filha, que é mãe e também auxiliadora,
agora é mulher completa.

Que suas torres sejam guardadas,
e suas vestes de pureza adornadas.
Cinjam os ombros de respeito;
cubram as pernas em amor.

Esta é a verdadeira beleza: a interior!
Suas rugas virão, mas os valores nunca passarão
– esta será honrada! –
Mudas de beleza, cegas de gentileza, despojadas em seu leito.

Ah, mulheres!
Assim vocês são, em Seu Criador.
Riam-se nEle;.
filhas do Altíssimo, princesas preciosíssimas.

Maiores presentes vocês são,
filhas do Altíssimo.
Mulheres somente são, e não garotas.
O que é o homem sem sua esposa?
Reitero: que presente sem sua ajudadora?

Tanto já, quanto no presente como que serão.
Filhas do Altíssimo, filhas, esposas, mães,
todas estas, assim são amáveis.
Em sua honra, em sua pequenina meiguice.

Nosso dever: valorizá-las.
Nosso manter: respeitá-las, amá-las.

Ah, filhas do Altíssimo – mulheres -,
preciosas vocês são – coroas, amores, adornos nossos.

Autor: Cesare Turazzi

Anúncios

2 pensamentos sobre “Mulher Moderna

  1. Eu era a mulher moderna! E Graças a misericórdia de Deus e Seu amor infinito voltei a ser uma mulher virtuosa!!! Minha família mudou tantooooo!!! Todos mais felizes e seguros!!! Glória A Deus!!
    Excelente texto!!!! Perfeito!!! 👏👏

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s